13ª Mostra de Arte – Cortejo Maracatu Quiloa acontece em Santos

Começou hoje e vai até domingo, 28 de janeiro, a 13ª Mostra de Arte – Cortejo Maracatu Quiloa. A programação é diversa e abrangente com exposição, música, cinema, debates e o encerramento com o Cortejo Maracatu Quiloa.

Para 2018 a tônica escolhida é a Coroação dos Rei Negros, na busca por um diálogo com  manifestações culturais que tem origem nas Irmandades do Rosário do Sudeste ao Nordeste do Brasil, através das congadas e maracatus. As atrações foram escolhidas a partir da força da sua representatividade.

Para abrir as atividades, o show de Sérgio Pererê, músico e compositor, abordou a música do projeto “Aparecida, Reinos Negros” e  também algumas composições de seu disco mais recente “Via Mão”.Pererê se diz um devoto da arte e que a leva por onde passa.

Felipe Romano, coordenador do Maracatu Quiloa, declara: “Ele é um compositor mineiro que buscou seu grupo étnico africano e tem grande relação com as congadas mineiras, representante de Chico Rei e traduz bem as questão das religiões de matrizes africanas”.

Outra atração, confirmada para a edição de 2018, é a presença de Mestra Joana “que representa o empoderamento feminino” explica Romano. Mestra Joana é a primeira e única mulher a coordenar e apitar o batuque de um maracatu de baque virado, Nação do Maracatu Encanto do Pina, além de liderar os grupos: Coco Mazuca da Quixaba e Grupo Baque Mulher.

Gaspar ZAfrica Brasil é um dos rappers que se destaca no cenário nacional por aliar sua vivência na zona leste da capital paulista com a cultura nordestina, herança familiar e cultura afro-indígena. Gaspar acumula uma bela discografia e um livro lançado “O Brasil é um Quilombo”. A obra é uma pesquisa e resgate da cultura popular por meio de ritmo e poesia e do Universo do Canto Falado.

A abertura do evento é no dia 24 de janeiro, no Sesc Santos, seguido dos demais dias com cerca de 25 atividades em diferentes locais da cidade. O encerramento do evento acontecerá no domingo, 28 de janeiro, com o  cortejo do Maracatu Quiloa na praça Mauá Santos.

Sobre o Quiloa

Maracatu Quiloa é o primeiro Maracatu da Baixada Santista, fundado em 5 de outubro de 2003. O grupo fomenta a arte por meio de pesquisas, estudos, intercâmbios e produção cultural. Produz, desde  2006, a Mostra de Arte/Cortejo Quiloa, além de atividades formativas como oficinas de dança, música, culinária, adereços, artes plásticas para crianças, jovens e 3ª idade, além de eventos culturais.

O Quiloa tem fortes ligações com as Nações Pernambucanas, como a Nação Maracatu Encanto do Pina e Nação Porto Rico, e é o 1° Maracatu, fora do estado de Pernambuco, a participar do Carnaval de Recife e Olinda. (Eu amo Pernambuco e um dos carnavais mais memoravéis da minha vida foi em Olinda e Recife, lá em 2002 ou 2003, já não lembro o ano direitinho).

Fica a dica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *